22/08/1791: Início da Revolução Haitiana

Batalha de Crête-à-Pierrot

No dia 22 de agosto de 1791 tinha início a Revolução dos Escravos do Haiti.

Descoberta pelos espanhóis em 1492, metade da ilha onde hoje se encontra o Haiti foi, por meio de um tratado, cedida ao franceses por volta de 1697, tendo recebido o nome de île de Saint-Domingue (Ilha de São Domingos).O território se tornou a colônia mais rica da França, produzindo, no século XVII, uma quantidade considerável do açúcar consumido no mundo.

Para que isso acontecesse houve o intenso uso da escravidão dos povos africanos, que totalizavam quase meio milhão da população na ilha, enquanto os franceses proprietários somavam entre 40 e 60 mil pessoas. A percepção dessa grande diferença de forças foi um dos motivos para a eclosão e sucesso  da revolução.

A Revolução Francesa em 1789 pode ser descrito como uma das principais influências, se não a principal, para a eclosão da revolução dos escravos. Os ideais de liberdade foram exigidos pelos escravos que começaram, em 22 de agosto de 1791, uma grande rebelião contra a política colonizadora e escravagista.

Escravos e ex-escravos se organizaram para expulsar os colonizadores da ilha e abolir a escravidão. Reconhecendo que a revolta era muito forte para ser contida, os encarregados do poder na França, em 1794, concederam a abolição da escravatura em todas as suas colônias.

Liderados por Toussaint Louverture, a população da ilha poderia ter encontrado o fim do conflito em 1801, quando foi assinada sua Constituição. Entretanto, com a subida de Napoleão Bonaparte ao trono francês, houve um desejo de reconquista das colônias e da volta da escravidão, o que fez com que a ilha fosse novamente atacada pelos franceses.

Agora sob a liderança de Jacques Dessalines, os haitianos lutam novamente por sua independência e vencem, tornando-se a primeira colônia na América Latina a alcançar tal feito, ainda mais a partir de uma revolta de escravos.

Em janeiro de 1804 a ilha de Saint-Domingue foi declarada independente e seu nome passou a ser Haiti. As consequências posteriores pesaram em cima da população, pois o novo país, além de indenizar os ex-proprietários de escravos, precisou pagar uma multa para o reconhecimento de sua independência por parte da França, o que só ocorreria em 1834.

Em contraposição, a Revolução Haitiana serviu de inspiração para diversos movimentos independentistas na América Latina, tenham sido eles bem sucedidos ou não. 

Deixe um comentário

error

Gostou? Compartilhe :)