11/06/1963: A foto “O monge em chamas” é tirada

monge em chamas

No dia 11 de junho de 1963 o monge budista Thích Quảng Ðức ateia fogo em seu próprio corpo como forma de protesto à intolerância religiosa ao budismo pregada pelo governo do Vietnã do Sul. A foto, tirada por Malcolm Browne, foi uma das mais marcantes da guerra do Vietnã e ganhou o prêmio Pulitzer e o prêmio de foto do ano da World Press Photo. O monge ficou em posição de meditação e não se mexeu até morrer, sendo considerado como um Bodhisattva que, na vertente seguida por Thíc, significa alguém que adiou a própria salvação para ajudar todos os seres deste mundo.

Tags:

Deixe um comentário

error

Gostou? Compartilhe :)